Lei Monetária e Cambial
Legislação monetária e cambial de interesse para as empresas e empresários a operarem, ou que pretendam vir a operar em Angola.
Audiconta, audiconta, angola, consultores, contabilistas, contabilidade, auditoria, leis, legislação, impostos, tax, auditores, auditoria, ordem dos contabilista, peritos, contabilistas associados, diario, diário, república, republica, Angola, Luanda, dinheiro, negócios, investimento, privado, investimento público, clientes referência, planeamento, planeamento fiscal, fomento, empresarial, empresas, empresários, consultoria, recursos humanos, força de trabalho, AGT, administração geral tributária, gestão, negociação, estudos de mercado, mercado angolano, banca, viabilidade, projectos de viabilidade económica, reestruturação de empresas, assessoria fiscal, assessoria financeira, peritagem, peritagem económica, economia, avaliação patrimonial, reavaliação, processamento de salários
15724
page-template-default,page,page-id-15724,page-child,parent-pageid-909,bridge-core-1.0.7,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-18.2.1,qode-theme-bridge,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive
 
Publicações

Lei Monetária e Cambial

Lei cambial – Lei 5/97 de 27 de Junho

Visa-se com a presente Lei, rever em profundidade as referidas normas de molde a permitir e melhor disciplinar as operações cambiais, bem como estabelecer um quadro jurídico-legal básico, e uma regulamentação do comércio de câmbios que tenha em conta os legítimos interesses do Estado, e das demais entidades económicas.

Lei de combate ao branqueamento de capitais e financiamento ao terrorismo

Estabelece medidas de natureza preventiva e repressiva de combate ao branqueamento de vantagens de proveniência ilícita e ao financiamento do terrorismo. Revoga toda a legislação que contrarie a presente lei. Impõe-se a necessidade de se estabelecerem medidas de natureza preventiva e repressiva de combate ao branqueamento de vantagens de proveniência ilícita e ao financiamento do terrorismo, porquanto, esta prática à escala mundial é um mal que está a atingir sobretudo as sociedades em desenvolvimento, cuja forma de operar é orientada pelo sigilo, não se sabendo, pela própria natureza, a sua real dimensão.

Lei das Instituições Financeiras – Lei 16/10 de 15 de Julho

Com a entrada em vigor da Constituição da República de Angola, urge a necessidade de se adequar a definição das responsabilidades do Banco Nacional de Angola Havendo necessidade de se adequar a definição das responsabilidades do Banco Nacional de Angola no domínio da participação, da definição, da condução e da execução da política monetária e cambial do país ao novo quadro jurídico – constitucional; Em iguais circunstancias, impõe-se, ainda, a necessidade de se clarificar a autonomia operacional do Banco Nacional de Angola para, deste modo, melhor assegurara a preservação da moeda nacional e garantir a estabilidade dos preços e do sistema financeiro nacional;

Avisos e Instrutivos do Banco Nacional de Angola (2012)

O BNA – Banco Nacional de Angola produziu durante o ano de 2012 para o sector bancário nacional, entre os quais os procedimentos e mecanismos a adoptar nas operações cambiais inerentes às actividades de prospecção, pesquisa e avaliação, e produção de petróleo bruto e gás.

Avisos e Instrutivos do Banco Nacional de Angola (2013)

Avisos, Instrutivos e Directivas que o BNA – Banco Nacional de Angola produziu durante o ano de 2013 para o sector bancário nacional, entre os quais os procedimentos e mecanismos de Governação Cooperativa, implementado Controlo Interno das Instituições Financeiras, Âmbito de Supervisão em Base Consolidada para Efeitos Prudenciais e os Requisitos Legais para o Exercício da Actividade de Auditoria Externa na Republica de Angola.

Aviso nº 1/13 e nº 2/13 do BNA

Aviso nº 1/13: SUMÁRIO Banco Nacional de Angola Regula as obrigações das instituições financeiras no âmbito da governação corporativa no que se refere à estrutura de capital, estratégia, modelo de organização societária, transparência das estruturas orgânicas e de capital, políticas e processos de gestão de risco, política de remuneração e conflitos de interesses. Aviso n.o 2/13: Regula a obrigação de estabelecimento de um sistema de controlo interno pelas instituições financeiras supervisionadas pelo Banco Nacional de Angola. – Revoga o Aviso nº 2/06, de 20 de Março, sobre o sistema de controlos internos e auditoria interna.

Aviso nº3 do BNA

Aviso n. 3/13: Estabelece o âmbito da supervisão em base consolidada para efeitos prudenciais, de acordo com as competências atribuídas ao Banco Nacional de Angola da Lei das Instituições Financeiras e destina-se às Instituições Financeiras autorizadas e às sociedades gestoras de participações sociais sujeitas à supervisão do Banco Nacional de Angola – Revoga toda a legislação que contrarie o disposto no presente Aviso.

Aviso nº4 do BNA

Aviso n. 4/13: Regula a atividade de auditoria externa nas instituições financeiras autorizadas pelo Banco Nacional de Angola e as sociedades gestoras de participações sociais sujeitas à supervisão do Banco Nacional de Angola – Revoga toda a legislação que contrarie o disposto no presente Aviso, designadamente o Aviso n.3/06, de 20 de Março, sobre auditoria externa.

Aviso nº5 do BNA

Aviso n. 5/13: Estabelece que todas as transferências interbancárias a crédito passíveis de serem executadas mediante Documento de Crédito, passam a ser obrigatoriamente efectuadas através do Subsitema de Transferências a Crédito (STC) ou do Sistema de Pagamentos em Tempo Real (SPTR). – Revoga parcialmente o Regulamento do Serviço de Compensação de Valores (SCV) que integra o Aviso n. 4/04, de 20 de Agosto.

Aviso nº6 do BNA

Aviso n. 6/13: Regula a prestação do serviço de remessas de valoresm efectuado pelas instituições financeiras sob supervisão do Banco nacional de Angola. – Revoga todas as disposições que contrariem o estabelecido no presente Aviso, nomeadamente o Aviso n.3/11, de 2 de Junho.

Aviso nº7 do BNA

Aviso n. 7/13: Regula o processo de autorização para constituição, funcionamento e extinçao das casas de câmbio. – Revoga toda a disposição que contrarie o presente Aviso, nomeadamente o Aviso n.17/07, de 28 de Setembro e o Aviso n.6/10, de 18 de Novembro.

Aviso nº8 do BNA

Aviso n. 8/13: Estabelece os termos e condições que as instituições financeiras bancárias devem observar com sista à substituição do arquivo físico dos documentos definidos no n. 2 do presente artigo, por processo electrónico conforme previsto no artigo 40º da Lei n.º 5/05, de 29 de Julho – Lei do Sistema de Pagamentos de Angola, e no artigo 150º da Lei nº 13/05, de 30 de Setembro – Lei das Instituições Financeiras.

Instrutivo Nº8/2013 de 20 de Novembro

Sistema de Pagamentos e Comprovativo de Transferência

Instrutivo Nº9/2013 de 19 de Novembro

Limites de Valor Emissão de cheques e subsistemas de compensação

Aviso nº 19/12 do BNA – Artº 8

Mapa resumo dos documentos obrigatórios para as importações.

Avisos e Instrutivos do Banco Nacional de Angola 2014

Avisos e Instrutivos do BNA de Janeiro 2014 a Outubro 2014

BNA – Questões frequentes relacionadas com o novo regime cambial

Questões frequentes relacionadas com o novo regime cambial